O que são os Exercícios de Kegel?

Esses exercícios foram desenvolvidos no final da década de 1940 pelo Dr. Arnold H. Kegel, um ginecologista americano, como uma forma não cirúrgica de evitar que as mulheres vazem urina. Eles também funcionam para homens com incontinência.

Definição

Fazer Kegels corretamente significa encontrar os músculos do assoalho pélvico e trabalhá-los.

Os exercícios de Kegel não o ajudarão a ter uma aparência melhor, mas fazem algo tão importante – fortalecer os músculos que sustentam a bexiga. Músculos fortes do assoalho pélvico podem ajudar muito a prevenir a incontinência. Assim, esse método contribui para com a melhor qualidade de vida do paciente em questão, à medida que previne a incontinência sem precisar de remédios.

Esses exercícios foram desenvolvidos no final da década de 1940 pelo Dr. Arnold H. Kegel, um ginecologista americano, como uma forma não cirúrgica de evitar que as mulheres vazem urina. Eles também funcionam para homens com incontinência.

Embora os exercícios de Kegel sejam simples, encontrar os músculos certos para os exercícios não é. Um terço ou mais das mulheres e homens que fazem Kegels estão, na verdade, trabalhando os músculos abdominais, das nádegas ou da parte interna da coxa. Eles não colhem os benefícios dos exercícios. Note que o autoconhecimento é essencial nesses exercícios, dessa forma, trabalhar possíveis questões psicológicas que o paciente possa apresentar é essencial para um resultado satisfatório.

Localize seus músculos pélvicos

Várias técnicas podem ser usadas para encontrar o conjunto certo de músculos para se exercitar que incluem tanto mulheres tanto os homens. Entender a anatomia pélvica nesse passo é essencial para que a região seja encontrada e os músculos sejam contraídos corretamente. Não deixe de tirar as dúvidas com seu médico.

Mulheres:

  • Finja que você está tentando evitar a passagem de gás.
  • Finja apertar sua vagina em torno de um tampão.

Homens:

  • Finja que você está tentando evitar a passagem de gás.
  • Ao urinar, tente interromper o jato de urina.

Você pode estar se perguntando como saberá se está fazendo o exercício de forma correta. Se você identificou os músculos certos, sentirá a contração mais na parte posterior da região pélvica do que na parte frontal, então pode continuar a fazer seus exercícios que está indo muito bem.

Pratique contrações

Escolha sua posição favorita, aquela que te deixa mais confortável e que facilite a contração correta da musculatura. Comece deitando-se de costas até sentir a contração dos músculos do assoalho pélvico. Quando você tiver o jeito, pratique sentado e em pé.

Contraia e relaxe

  • Contraia os músculos do assoalho pélvico por 3 a 5 segundos.
  • Relaxe por 3 a 5 segundos.
  • Repita o ciclo de contração / relaxamento 10 vezes.

Mantenha os outros músculos relaxados. Não contraia os músculos abdominais, das pernas ou das nádegas, nem levante a pelve. Coloque a mão suavemente sobre a barriga para detectar ação abdominal indesejada.

Estender o prazo. Aumente gradualmente a duração das contrações e relaxamentos. Trabalhe até contrações e relaxamentos de 10 segundos

Mire alto. Tente fazer pelo menos 30 a 40 exercícios Kegel todos os dias. Distribuí-los ao longo do dia é melhor do que fazê-los todos de uma vez. Como esses são exercícios furtivos que ninguém percebe além de você, tente entrar alguns quando estiver esperando em um sinal de trânsito, andando de elevador ou parado na fila do supermercado.

Diversificar. Pratique contrações e liberações curtas de 2 a 3 segundos (às vezes chamadas de “movimentos rápidos”), bem como as mais longas.

Kegel se exercita em caso de emergência

Se você perder urina ao tossir, espirrar, rir, se curvar ou levantar algo pesado (incontinência de esforço), fazer um ou mais Kegels antes de um “gatilho” pode ser o suficiente para evitar qualquer vazamento. Se você tem vontade de urinar e duvida que vai ao banheiro, fazer Kegels pode levá-lo em segurança ao banheiro.

Gostou do post? Leia também:

Benefícios do Pompoir

mileblog

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo